O que é o corpo? Sabemos que o corpo é uma máquina incrível, mas não sabemos exatamente do que o corpo é capaz. Enquanto você está lendo este texto, suas células se dividem, seu coração bate, seus pulmões se enchem de ar. Tudo ao mesmo tempo, sem que você se dê conta disso. O corpo é o quanto pode. E o quanto pode o seu corpo? Com certeza, muito mais do que você imagina. Ele é o “saco de pancadas”, que armazena nossas memórias, desde traumas mecânicos até dores não expressadas ou estresses crônicos. O corpo não interpreta; ele experimenta. Podemos nos calar, mas não podemos anestesiá-lo, ignorá-lo, porque nele estão registradas as raízes da nossa história de vida. É por meio dele que sentimos as pessoas e experimentamos o mundo. O corpo fala por nós.  Como o corpo fala? Experiências estressantes de toda ordem desencadeiam contrações musculares profundas que visam proteger o corpo de danos e até mesmo de possível morte. Portanto, após eventos geradores de estresse é fundamental liberar as tensões para que não se tornem crônicas. Nosso sistema nervoso foi projetado para, passado o evento estressante ou traumático, literalmente “chacoalhar” nossos padrões profundos e ajudar o corpo a retomar seu relaxamento normal. Essa vibração ou tremor evocado pelo sistema nervoso sinaliza ao cérebro que é o momento de soltar a contração e retornar ao estado normal de relaxamento. Esses tremores são conhecidos como tremores neurogênicos. A nossa ênfase exagerada na mente nos levou ao longo do tempo a inibir o mecanismo desses tremores que dissolveriam naturalmente as tensões corporais. Como consequência, mesmo depois de o evento estressante ter passado, continuamos, por muito tempo, carregando as tensões no corpo. Quando acumuladas essas experiências, a mente direciona o corpo a um congelamento ou dormência, na tentativa de reduzir a dor na próxima experiência estressante. Esse comando cerebral inibe e anula o mecanismo dos tremores naturais que seria instintivo para descarga e liberação, assim como os animais selvagens ainda o fazem.  E como dar voz ao corpo? É importante permitir que o corpo se expresse. E foi por meio do TRE – uma série de seis exercícios simples, baseados em tensão-carga X descarga-liberação-que o cientista David Berceli, especialista nas questões ligadas à bioenergética, com programas humanitários em vários países do mundo criou uma intervenção psicocorporal que tem ajudado pessoas a fazerem o caminho de volta, a restaurarem a vitalidade, a recuperarem-se de bloqueios corporais e restabelecerem o vínculo mais profundo com a vida. O TRE é uma técnica transcultural que usa exercícios psicocorporais para liberar bloqueios recentes ou crônicos do corpo que são acumulados pelas circunstâncias da vida. Ao longo de mais de 20 anos, Berceli vem ensinando a técnica a grandes grupos, vítimas de catástrofes, guerras, acidentes, violência, perdas bruscas, etc., e rapidamente a prática vem alcançando pessoas que querem dar ao corpo a oportunidade de liberação dos bloqueios presos que ficaram retidos durante eventos traumáticos quaisquer ocorridos em sua vida, de forma consciente ou não. São exercícios capazes de descongelar tensões profundas encontradas no corpo e promover a liberação, por meio de tremores espontâneos que dissolvem as dores e tensões, devolvendo ao corpo e à mente um estado de equilíbrio emocional saudável.  O que faz o TRE? O TRE evoca o processo natural e esquecido pelo homem, de tremores musculares espontâneos e auto-reguláveis. Tão logo a técnica seja aprendida após algumas sessões supervisionadas, o aquecimento se acelera e se torna mais rápido alcançando um relaxamento consistente e duradouro. Os Exercícios para liberação das Tensões e Estresses – TRE têm demonstrado ser uma forma segura que tem sido usada por milhares de pessoas no mundo como uma ferramenta efetiva para liberação de stress traumático crônico, redução de tensões físicas ou emocionais, recentes ou crônicas e restabelecimento em processos pós-traumáticos. É muito gratificante saber que exercitado regularmente, o TRE diminui a ansiedade, reduz dores musculares, melhora a qualidade do sono, dá mais resistência corporal e estabilidade emocional aos praticantes. Também está se tornando rapidamente uma maneira simples de aprender a cuidar de si mesmo em casa e ter como resultado um profundo relaxamento e bem estar.   Junte-se a nós para aprender essa técnica auto-regulável, simples e extremamente efetiva em grupos regulares ou em atendimentos individuais!